P R E P A R A Ç Ã O 

 

Regulagem de Pianos


Como um consciente proprietário de piano, você provavelmente mantém seu piano afinado regularmente por um técnico especializado. Talvez, mesmo após as últimas afinações , você tenha notado que seu piano já não responde da mesma maneira como quando o adquiriu. É muito importante saber que, afinação de piano, é somente o ajuste no sistema de cordas e cravelhas que determina qual o tom correto de cada uma delas. Seu piano também necessita de um serviço chamado regulagem, que é tão somente a manutenção da parte mecânica e dos pedais.


O que é regulagem e porque pode afetar a minha performance?


Regulagem é o ajuste nos componentes mecânicos que determinam o toque e o efeito através dos dedos, realizados pelo pianista no teclado do piano. Além destes componentes mecânicos, também existem, internamente, feltros, molas e camurças que se desgastam com o passar do tempo e as constantes mudanças de temperatura.
Os três sistemas que envolvem a regulagem são parte mecânica, teclado e pedais. A parte mecânica (coração do piano) é aquela em que as teclas, ao serem pressionadas, transferem toda a movimentação aos martelos, sendo que, estes, rebatem nas cordas, produzindo o som. Em um piano, existem 9.000 peças, sendo em torno de 5.000 peças móveis que requer uma regulagem específica. Ao teclado se exige uma pressão bem balanceada de modo que o peso para os dedos seja exatamente o mesmo para as 88 teclas. Por fim, os pedais. O pedal da direita, produz o prolongamento do som. O pedal da esquerda diminue a potência do som e, o pedal central,é tão somente um pedal para estudo, já que abafa por completo a sonoridade do piano (nos pianos de cauda, o pedal central tem como função prolongar somente o som das teclas pressionadas pelo pianista).


Se eu afino meu piano freqüentemente, porque preciso também regulá-lo?


A afinação do piano, que corrige o tom do seu instrumento, é apenas uma parte de um programa de manutenção de piano, conforme especificação dos fabricantes. A regulagem é feita para produzir um toque firme e uniforme nas teclas, proporcionando mais precisão ao toque do pianista. Então, se um piano é exigido ao seu limite, ele deve estar com sua dinâmica perfeita.


Todo piano deve ser regulado? E, com que freqüência?


Qualquer piano vertical ou de cauda necessita ser revisado periodicamente para uma melhor performance. A freqüência com que estes instrumentos devem ser regulados depende muito do uso, das condições climáticas, qualidade do instrumento e idade. Ou seja , somente você e seu técnico, juntos, podem definir este tempo. Pianos novos ou restaurados devem receber uma revisão de regulagem no seu primeiro ano, pois os feltros novos precisam de tempo para se assentar. Para maior durabilidade, é importante que o piano esteja num local com temperatura variando de 21 a 26 Cº graus e 42 a 65% de umidade relativa do ar.


Como posso saber se meu piano necessita de regulagem?


Se você sentir que seu piano perdeu a agilidade na repetição, as teclas estão desalinhadas, o toque está impreciso e os martelos estão extremamente marcados com sulcos das cordas, seu piano é um forte candidato a ser regulado. Consulte Afinador Person que ele lhe informará sobre os ajustes necessários.

A Preparação proporciona a você um toque e timbre diferenciado.
Você pode definir o peso que você deseja ter no seu piano. Com a preparação, seu piano pode ter um toque leve e preciso. Também pode optar por ter um toque com bastante pressão para estudos, conseguindo desta forma uma força nos dedos e equilíbrio nos braços.

O timbre do seu piano pode ser aveludado, mas você pode querer que ele tenha um som mais vibrante e brilhante. A preparação faz isto para você.